Marketing humanizado no setor rural: o que é e como fazer

sexta-feira, 27 de julho de 2018. Postado por .

Conectar pessoas em torno da sua marca e do seu empreendimento é tarefa que requer mais do que propaganda tradicional. Para encantar consumidores, você precisa mostrar que é diferenciado e que carrega valores. Como? Contando histórias e revelando que, por trás da sua marca, existem seres humanos. Basicamente, este é o mote do marketing humanizado – estratégia que praticamos na Cultivo.

Neste post, explico mais sobre o que queremos dizer quando falamos em humanização para empresas e instituições do setor rural e como aplicar essa estratégia em agroindústrias, cooperativas, rotas de turismo rural ou qualquer associação ligada à agricultura familiar.

O que é humanizar?

Para compreender melhor o marketing humanizado, vamos começar pelo verbete humanizar. Segundo o dicionário, humanizar é tornar-se humano; adquirir ou dar forma humana. No marketing, isso é agregar valor à sua marca, mostrando que, por trás dela, há pessoas e histórias, não apenas um produto ou um serviço.

É muito mais fácil engajar consumidores dessa forma, uma vez que, quanto mais “humano” você for, mais real e atraente se torna a experiência, o serviço ou o produto que você oferece.

Como humanizar a minha agroindústria, cooperativa ou instituição?

Em termos práticos, o marketing humanizado é feito fortalecendo narrativas em torno dos diferenciais da sua marca e do seu produto. Em folders, vídeos, fotos, sites, redes sociais e qualquer material institucional que fale da sua empresa ou instituição, em vez de valorizar apenas os seus produtos ou serviços, você deve contar sua história.

Se você conquistou selos disputados, trabalha em uma agroindústria familiar que já vem de gerações, foi reconhecido com prêmios, é apaixonado pelo que faz e não se imagina em outro ramo, essas são informações importantes para constarem em seus materiais de divulgação. Esses são apenas alguns exemplos.

Todo mundo tem uma história. A grande sacada é traduzi-la em materiais interessantes. Além de aproximar seus clientes, você se diferencia dos concorrentes no mercado, porque consegue fortalecer sua narrativa em torno de algo que ninguém mais tem.

Por que o marketing humanizado é indicado?

Há tendências de alimentação consciente que surgiram com força nos últimos anos – já falamos delas em outro post do blog. Isso significa que as pessoas se importam mais com a origem do que consomem e com o impacto que as empresas, cooperativas e instituições têm no meio ambiente de forma geral.

Para explicar como você faz a diferença, o marketing humanizado é chave para engajar o público e fazê-lo se interessar no seu material de divulgação.

O marketing humanizado é como se fosse uma filosofia que perpassa todo o seu trabalho e o seu posicionamento enquanto marca, carregando valores, como respeito e diálogo.

Na Cultivo, praticamos o marketing humanizado para fortalecer agroindústrias, cooperativas e instituições do setor rural. Para mais informações, contate-nos pelas redes sociais ou pelo e-mail contato@agenciacultivo.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

[ENGLISH] 7 stories about agroecology and cooperativism in South Brazil: this is how a real sustainable food chain changes lives

We share with you seven stories of family farmers that we told during 2020 to feature the website of our client Ecocitrus. That's why we believe and defend agroecology as a solution to climate changes around the world.

6 maneiras de fortalecer o turismo rural por meio da gastronomia

A gastronomia é um elemento-chave para conhecer uma região, especialmente as rotas de turismo rural, pois expressa as identidades locais e valoriza as produções e costumes culinários. Confira seis formas de aliar gastronomia e turismo rural neste post.

2 anos de Cultivo: o que aprendemos, mudamos e queremos compartilhar sobre nossa jornada até aqui

Em dois anos de Cultivo, já aprendemos um monte de coisas legais. Pensei que dividir algumas delas com vocês seria uma boa ideia, seja para inspirar outros possíveis empreendedores ou para compartilhar mais do nosso amor pelo interior e pelas peculiaridades dele.